Investir em imóveis vale a pena?

Ao contrário do que se imagina, existem pelo menos 5 formas de investir em imóveis, algumas até com pouco dinheiro. Podemos citar:

  • Compra de imóveis em planta;
  • Compra de lotes ou mesmo terrenos;
  • Locação de imóveis tanto para fins comerciais quanto residenciais;
  • Fundos imobiliários (FIIs);
  • Crowdfunding imobiliário.

Vantagens de investir em imóveis

Investir em imóveis possui diversas vantagens. Entre elas, podemos destacar:

Segurança

Ao investir em um imóvel, seja em um título ou na compra de um bem real (casa, apartamento, galpão, entre outros), você estará investindo em um mercado sólido que não sofre alterações bruscas ao longo dos anos.

É, inclusive, uma alternativa viável para se proteger da alta da inflação, no caso da compra de um imóvel, já que por ser um ativo real, seu valor real oscila proporcionalmente.

Retorno sobre Investimento

A compra e venda de imóveis, apesar da baixa liquidez, costuma ser uma opção de investimento acima da média, trazendo retornos de 30% ou mais para o investidor.

Na compra de cotas de fundos imobiliários, além de pequenos rendimentos mensais, existe o retorno sobre o investimento (maioria das vezes positivo) com a venda das cotas destes fundos.

Em crowdfunding imobiliário, a rentabilidade dos investimentos costuma ser maior em relação às cotas de FIIs, pois o investimento imobiliário é direto no empreendimento e gira em torno de 15% a 20% ao ano.

Desvantagens de investir em imóveis

Baixa liquidez

Tirando fundos imobiliários e algumas ofertas de crowdfunding imobiliário que te permitem vender a cota rapidamente, investir em imóveis é uma atividade que não te permite a venda de maneira rápida, como a venda de uma ação na bolsa de valores, por exemplo.

Ao adquirir um imóvel, seja ele um apartamento, uma casa ou um lote, o processo de vendas deste ativo não é simples e pode demorar meses, dependendo do caso.

Isso porque a atividade de venda do imóvel envolve encontrar um comprador, realizar o processo de negociação, estruturar toda papelada, entre uma série de outros passos.

Retorno a longo prazo

Investir em imóvel geralmente é uma atividade que envolve alto retorno e segurança, mas não pode ser um tipo de investimento realizado quando se espera retorno em semanas ou meses.

Neste mercado, o processo de especulação imobiliária demora para se concretizar. Isso porque os fatores que valorizam os imóveis, como crescimento demográfico da região, melhoria na infraestrutura local e obras do próprio empreendimento, crescem de forma lenta e gradual.

Desta forma, ao investir em imóveis, é preciso ter uma reserva de emergência bem definida, para que não seja preciso contar com o dinheiro deste investimento antes do prazo.

Custos inerentes à compra de um imóvel

Ao comprar um imóvel, existem alguns custos inerentes. Dentre eles, podemos citar:

  • ITBI (Imposto de Transmissão de Bens é um dos valores) que pode chegar a 6% do valor do imóvel;
  • Corretagem para venda do imóvel, cujos valores podem somar entre 2 e 5% do valor do imóvel;
  • Reformas e manutenções para valorização do imóvel.

Tenha em mente estes custos extras na hora de calcular a rentabilidade de seus investimentos.

Conclusão

Valer ou não a pena investir em imóveis vai de acordo com seu perfil de investimento e sua ponderação das vantagens e desvantagens acima.

Como dica, podemos te dizer para encarar investimentos em imóveis como algo para sua aposentadoria, que vai além de uma reserva de emergência.