Banco Central Antecipa Pix Para 5 De Outubro

Plataforma de pagamentos e transferências digitais do Banco Central, terá seu lançamento adiantado pelo BC.

Banco Central

Muito já foi falado sobre o PIX, a nova plataforma de pagamentos que está sendo lançada pelo BC. Esta nova plataforma promete ser mais rápida e prática do que os sistemas atuais baseados nos TEDs e DOCs. Prevista para ter início de suas operações no dia 3 de novembro, a plataforma teve o seu lançamento antecipado para o dia 5 de outubro. O anúncio foi feito pelo presidente do BACEN, Roberto Campos Neto, nesta quinta-feira dia 22 de julho e foi confirmada pelo BACEN na mesma data.

A partir do dia 5, os clientes de bancos já poderão se registrar e receber suas chaves para realizar e receber pagamentos através da nova plataforma que foi desenvolvida e será operada pelo BACEN. Ainda de acordo com o cronograma, o início das operações de fato será realizado no dia 3 de novembro, mas abertura oficial para a população deve ocorrer apenas no dia 16 do mesmo mês.

Medida para Facilitar o Acesso

Segundo as informações do próprio Banco Central, a medida de adiantar a data de cadastro, tem como principal objetivo ampliar o tempo de acesso e cadastro de brasileiros na plataforma. Além de ampliar o acesso do público a mais informações sobre a novidade, entendendo que se trata de uma grande mudança no modo como brasileiros lidam com dinheiro.

Outro motivo que se destaca nesta medida é que o BC também, quer estimular a competição entre os bancos para a veiculação das chaves a suas contas, essa competição também fará com que os bancos divulguem cada vez mais a tecnologia antes do seu lançamento.

Cronograma de marcos do PIX

Com as novas datas o lançamento da nova plataforma deve ter seu cronograma conforme o seguinte:

  • Agosto: Divulgação do Regulamento PIX e manuais técnicos
  • 05/outubro: Início do processo de registro de chaves de endereçamento
  • 03/novembro: Início da operação restrita do PIX
  • 16/novembro: Lançamento do PIX para toda a população

Economia Cada Vez Mais Digital

Segundo Roberto Campos Neto, o sistema financeiro do futuro será baseado em moedas digitais e não em dinheiro físico, assim, o PIX (sistema de pagamentos instantâneos) junto com o sistema Open Bank, se tornarão pilares fundamentais para que a economia do país se torne cada vez mais digital.

“A gente imagina que o sistema financeiro no mundo é [no futuro] quase todo digital. E culminando com o que a gente chama de moeda digital, que a gente vê lá na frente”, disse nesta semana durante um Fórum sobre o PIX, promovido pelo BC.”

O Novo Dia a Dia

No dia a dia de transações comerciais os impactos do PIX podem não ser percebidos com muito impacto pela população, já que muitos já realizam pagamentos utilizando cartões de crédito ou débito quase diariamente. Então pouco veremos os impactos do PIX neste sentido, porém, por traz das operações tudo será diferente.

Por se uma plataforma já criada com o intuito de tornar as transações comerciais mais rápidas e práticas, o PIX irá funcionar 24/7, ou seja, pagamentos, mesmo nos finais de semana, serão creditados no mesmo dia e não será mais necessário aguardar até o próximo dia útil para ser creditado.

Mas o grande impacto irá ocorrer nas transações bancárias e pagamentos digitais, pois será possível através do PIX, que os pagamentos e transferências sejam realizados imediatamente independente de ser em um feriado ou final de semana. Isso representa uma grande mudança até mesmo nos calendários financeiros das empresas. Por isso podemos afirmar que teremos uma grande mudança na forma como lidamos com contas e transações financeiras no nosso dia a dia.

fonte: Banco Central do Brasil